Pular para o conteúdo

Como Receber Pelo PicPay Com Cartão De Crédito

    Sem sombra de dúvidas o PicPay é um dos aplicativos mais utilizados do país para transferências rápidas de dinheiro. É aceito tanto por profissionais autônomos e liberais quanto por estabelecimentos comerciais, como padarias, supermercados e restaurantes.

    É uma carteira digital – diferente, por exemplo, do Nubank, que é um banco digital – que além de você poder realizar transferências entre amigos, oferece serviços como:

    • Pagamento de contas e parcelamento de boletos em até 12x;
    • Saque nos caixas eletrônicos do Banco 24 Horas;
    • Cashback (onde você recebe parte do valor de volta);
    • Recarga de telefone (para qualquer número, de qualquer lugar);
    • Recarga de cartão de transporte (válido para as cidades de São Paulo, Ribeirão Preto, Diadema, Taubaté, Sorocaba, Rio de Janeiro e Pelotas);
    • Compra de créditos para games online;
    • Compra de créditos serviços digitais como iFood, Uber e aplicativos de streaming;
    • Compra de créditos de TV por assinatura.

    E, claro, as compras somente podem ser feitas em estabelecimentos cadastrados no App.

    Contudo, quem deseja receber pagamentos por vendas de um produto ou serviço, não poderá por meio de uma conta comum. Para isso, deverá obter o PicPay PRO, criado especialmente para profissionais liberais que não tenham um ponto comercial fixo.

    Isso significa que uma conta comum só permite movimentações mensais de até R$ 800. Caso você deseje aumentar esse limite, deverá alterar para o PicPay PRO. Com a versão PRO, você que possui seu negócio consegue receber pelo cartão de crédito sem a necessidade de uma maquininha, onde é cobrada uma tarifa de 3,99% por transação.

    Com relação às transferências entre contas, é importante lembrar que não são cobradas tarifas. Além disso, a empresa oferece aos usuários o chamado “PicPay Empresas”, tendo o CNPJ como exigência.

    É necessário que vendedor e cliente baixem e possuam conta no App

    Como Receber Pelo PicPay Com Cartão De Crédito (Fonte: captura de tela Google Play).

    O App está disponível para aparelhos que utilizem tanto o sistema Android (Google Play) quanto o iOS (App Store – para celulares iPhone).

    Optar por receber via cartão de crédito pelo PicPay demonstra ser mais vantajoso e seguro do que esperar por um DOC ou TED, sem existir a necessidade de compartilhar os seus dados pessoais e bancários. A empresa recebe as informações do computador e as criptografa, armazenando-as em seus servidores.

    E muitos usuários possuem dúvidas quanto a receber de seus clientes por meio de cartões de crédito. Neste artigo você saberá de forma bem clara como receber pelo PicPay com cartão de crédito, de modo a agilizar suas vendas.

    Passo a Passo Para Receber no Picpay Com Cartão de Crédito

    Passo a Passo Para Receber no Picpay Com Cartão de Crédito (Fonte: Reprodução/Google.)

    Antes de tudo, é importante frisar que tanto o cliente quanto o estabelecimento devem ser cadastrados no App. Os pagamentos podem ser feitos tanto pelo saldo disponível na carteira, quanto pelo cartão de crédito PicPay Card.

    Os valores das vendas feitas pelo aplicativo entram imediatamente na sua carteira online. Além disso, o PicPay oferece a opção de você parcelar a compra em até 12 vezes no cartão de crédito.

    Não existe aluguel, tampouco uma maquininha. Como informado acima, é cobrada uma tarifa de 3,99% do vendedor por cada pagamento recebido. O saldo disponível em sua carteira pode ser transferido para uma conta bancária sem precisar pagar nada.

    Somente com o PicPay PRO você poderá receber valores, então, para alterar sua conta para esta modalidade você deverá proceder da seguinte maneira:

    1. Ao abrir o aplicativo, vá em “Ajustes”;
    2. Após, toque em “Para o meu negócio” e depois em “PicPay PRO”;
    3. Em seguida, selecione a opção “Profissional liberal”, e finalizando, clique em “Quero ser PRO”.

    Feito isso, com a função PRO ativada, você pode encaminhar ao seu cliente um link de cobrança, contendo o valor e a forma de pagamento. Veja abaixo:

    1. Selecione a opção “Pagar” no menu;
    2. Toque em “Cobrar” e depois disso, toque em “Cobrar por link”;
    3. Informe o valor da cobrança e selecione a opção “Compartilhar link”;
    4. Pronto! O link foi encaminhado ao cliente.

    Contudo, para que se possa receber pagamento de cartão de crédito pelo PicPay, o cliente é quem deverá proceder com o pagamento. Veja como proceder e oriente o seu cliente o passo a passo:

    1. Abrir o App, depois disso, selecionar a opção “Pagar”;
    2. Em “Quem você quer pagar?”, digitar o nome de usuário do vendedor, também pode ser o nome do estabelecimento;
    3. Informar o valor da compra;
    4. Toque em “Forma de pagamento”;
    5. A partir daí, escolher se pagará pelo cartão de crédito ou pelo saldo disponível na carteira online;
    6. Selecione “Pagar” e aguarde a conclusão da transação;
    7. Pronto! Você acaba de receber o pagamento de sua venda via cartão de crédito no PicPay.

    Recebendo pagamentos parcelados com o cartão de crédito no PicPay

    O PicPay permite aos vendedores que recebam seus valores de forma parcelada em até 12 vezes no cartão de crédito. Entretanto, a taxa cobrada varia conforme a quantidade de parcelas feitas na venda.

    Geralmente, nas compras feitas na modalidade cartão de crédito, o vendedor recebe o valor total da compra, descontado o percentual de 3,99%.

    Veja a seguir como você pode receber pagamentos de cartões de crédito parcelados no PicPay:

    1. Ao abrir o aplicativo, na parte inferior direita, toque em “Ajustes”;
    2. Na guia “PicPay PRO”, você deve selecionar a opção “Parcelamento sem acréscimo”;
    3. Em seguida aparecerá a quantidade de parcelas em que você gostaria de receber pelas suas vendas, podendo dividi-las em até 12x, com o custo adicional;

    Muito importante reiterar que para essa opção de venda o PicPay cobra, além do percentual de 3,99%, tarifa adicional que dependerá do número de parcelas a serem feitas.

    O valor cobrado dependerá principalmente do máximo de parcelas que você permitir. Por exemplo, se você faz uma compra de R$ 1.000 e divide em 8 prestações, certamente você receberá menos do que se esse mesmo valor fosse negociado em 3 parcelas.

    Portanto, esta é uma opção de venda que é mais recomendada para quem atua no varejo, onde geralmente os valores dessas tarifas são repassados ao preço final do produto ou serviço.

    Este artigo é meramente informativo, ou seja, não possui qualquer vínculo com a empresa que oferece o serviço, o que, por acaso, poderá ser citado no decorrer do artigo. Não isentamos a busca de informações no site oficial da operadora.